Posts Recentes

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Memória Corrompida


   Quem nunca teve aquela sensação que já tinha visto tal situação acontecer, ou achou bastante familiar uma frase que alguém disse, sentiu que realmente já tinha passado por aquilo tudo e só conseguia pensar em "PelamordeDeus me ajuda que isso é coisa do capeta!"? Você sabe que nunca viu a cena antes, mas a sensação é a mais familiar possível. Este, meus caros amigos, é o chamado "déjà vu" ou "déjà vi", ou ainda "Djavan" (mentira, zueira), sendo uma expressão francesa que significa, literalmente, "Já visto".

   Estudos nos EUA e na Europa indicam que até dois terços das pessoas tiveram déjà vu pelo menos uma vez na vida, então, se você, caro leitor, nunca sentiu essa magia, tem alguma coisa de errado com você ( ou você pode ser o normal no mundo, quem sabe?). O tipo mais comum de déjà vu experimentado por pessoas normais e saudáveis é aquele de natureza associativa, ou seja, você vê, ouve, cheira ou até experimenta algo que desperta uma sensação que você acaba associando com algo já vivenciado antes. Muitos pesquisadores acham que esse tipo de déjà vu é uma experiência baseada na memória e assumem que os centros de memória do cérebro são os responsáveis por ele. A explicação científica então indica que o déjà vu acontece quando ocorre uma espécie de falha no cérebro, os fatos que estão acontecendo são armazenados diretamente na memória de longo ou médio prazo, sem passar pela memória imediata. Isso nos dá então aquela sensação inconfundível que o fato já ocorreu.   
  Fora dos fatos científicos, desconsiderando então a possível "falha na Matrix", é possível notar outras teorias interessantes, como a do espiritismo, que passa a associar o déjà vu a sonhos ou desdobramento do Espírito,nos quais o Espírito teria realmente vivido estes fatos, livre do corpo. Sendo assim, surgiriam as lembranças de encarnações passadas, o que levaria à volta destas lembranças na encarnação presente. Outras teorias além desta, consideram o sono a libertação da alma. Seja científico ou adotando outras teorias, é sempre legal ter um Djavan, digo, um déjà vu, quem sabe você não está tendo um agora lendo este texto? 

Um beijo na sua alma e até a próxima! 
**Curtam, compartilhem e espalhem a palavra!


Fonte: Ahduvido e superabril



2 comentários:

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .