Posts Recentes

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Crítica In Your Eyes

Se você adora filmes de romance, mas já está cansado das histórias cada vez mais repetitivas, talvez o filme que eu trago a crítica hoje seja a sua solução. Se você não adora filmes de romance, mas a sua namorada adora, se prepara, por que este filme pode realmente te surpreender de forma positiva.


In your eyes, ou “Em seus olhos”, filme de 2014 dirigido por Brin Hill e escrito e produzido por ninguém menos que Joss Whedon, – sim, O Whedon dos filmes dos Vingadores, eu também fiquei impressionado com a versatilidade – é descrito como “uma história de amor metafísica”, e eu posso te garantir que é diferente de tudo que você já assistiu. Bom, o longa conta a história de Rebecca, interpretada pela bela atriz Zoe Kazan, uma jovem que vive muito bem na alta sociedade com o seu marido, mas, que possui uma série de problemas de convivência social, especialmente ligados ao seu passado, e Dylan, interpretado pelo ator Michael Stahl-David, um ex-condenado que tenta viver um dia após o outro com o seu novo emprego, e, ao mesmo tempo afastar-se de novos problemas.


A história ganha o seu tom diferenciado quando os dois personagens descobrem ter uma ligação quase que telepática, a partir do momento em que um pode ver o que outro está vendo, assim como ouvir o que está ao seu redor, ou seja, por algum tipo de ligação estranha, Dylan, que mora no Novo México consegue ver e ouvir o que Rebecca, que mora em Connecticut vê e ouve, mesmo que os dois nunca tenham se visto. Isso trás uma série de diálogos bem humorados entre os dois, que vivem em situações totalmente diferentes, mas que acabam fazendo com que os seus dias sejam melhores na companhia um do outro, que, acabam se apaixonando – a cena em que os dois conversam olhando um ao outro no espelho é um dos pontos altos -.


É interessante notar como um filme que se inicia usando o fator romance com uma boa dose de fantasia ganha uma direção dramática, e até uma boa ponta de suspense, a medida em que a situação de Rebecca com o seu marido paranoico vai se intensificando. O filme vai conquistando o expectador aos poucos, de cena em cena, mostrando que a ligação dos dois supera até mesmo a sua visão e audição compartilhadas. Apesar de um final nem um pouco fechado, o filme cumpre a sua missão de apresentar uma história de amor diferente, repleta de bom humor, com uma trilha sonora (escuta ela aí logo abaixo) que faz todo sentido ao contexto. O filme está disponível na Netflix para quem esteja interessado, e desde já eu garanto que pelo menos não vai ser mais do mesmo. 
Trailer: 



Trilha sonora:

 
 Um beijo na alma e até a próxima.



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Parece ser muito bom, vou por na minha lista!
    Bjs

    http://achadosdamila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .