Posts Recentes

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Crítica: Horas de Desespero

Boa noite, pessoas! Hoje eu trago para vocês um filme num nível de tensão que poderia ser comparado ao momento em que você nota que no seu celular tem várias ligações perdidas da sua mãe – você sabe do que eu estou falando -.

Horas de Desespero (No Escape, 2015), filme dirigido pelo diretor John Erick Dowdle, com certeza não é recomendado para os cardíacos. Utilizando-se de uma tensão absurda, o filme conta a história do engenheiro americano Jack Dwyer, interpretado pelo ator Owen Wilson que, após perder o seu emprego no Texas, recebe uma proposta na Ásia, - num país não identificado no filme, mas, que aparentemente faz fronteira com o Vietnã – e assim, leva a sua família para o que seria uma nova aventura.

Não demora muito para o personagem perceber que os seus dias no país não serão nada bons, inclusive pela existência de uma guerra civil iminente que se espalha pelo local, fazendo com que não só os seus habitantes sejam mortos, mas, principalmente os estrangeiros que, na visão deles, não vieram melhorar nada ali. Jack, do dia para noite, se torna um fugitivo da milícia rebelde que toma a cidade, e que não vai descansar enquanto ele estiver morto. Com a ajuda pontual de Pierce Brosnan com seu personagem deveras estranho, mas necessário, eles deverão passar pelos piores dias de suas vidas.

Imagem
Toda a tensão constante no filme faz com que os expectadores se sintam imersos numa busca desesperada pela sobrevivência de uma família, que ultrapassa os seus limites, no que diz respeito à sua própria moral e civilidade. O filme de ação com bons toques de suspense proporciona boas surpresas, mas, também, desdobramentos bem previsíveis, que não deixam de impressionar, devido à brilhante utilização da trilha sonora. Horas de Desespero é um filme de ação que poderia ser muito bem definido como um “horror de sobrevivência”, levantando no final uma importante questão: Até onde você iria para salvar quem você ama?

Apesar de utilizar-se muito bem da ação e do suspense, o roteiro não trás à tona mais pra frente questões levantadas no início do filme, que precisariam de uma maior profundidade – apesar de se tratar de um filme de ação. -, trazendo assim um final incompleto, mas, que ao mesmo tempo, não decepciona. O filme estava no cinema até pouco tempo, mas, deve estar disponível em DVD em pouco tempo, assim como nos serviços on-demand. Se você não é cardíaco e procura algumas horas de desespero, este é o filme ideal. 
Assista o trailer:



Um beijo na sua alma!

Um comentário:

  1. Eu gosto bastante do Pierce Brosnan, mas não consigo imaginar Owen Wilson num papel mais sério, hahaha. Acho que assisti muita comédia com ele.

    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .