Posts Recentes

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Resenha do Livro Ubik- Clube do Livro Geek

Olá pessoal! Como é que está tudo por aí? Aqui está tudo bem louco com a resenha desse livro bem intrigante, por sinal é a resenha que mais tive dificuldade em fazer, mas acho que é devido à peculiaridade do livro como vocês verão à diante.

Bom, em alguns posts por aqui vocês já devem ter me visto falar sobre um grupo que faço parte no Facebook os Blogueiros Geeks, e a partir desse grupo surgiu outro, o Clube do Livro Geek. Ainda não temos um calendário fixo das leituras e postagens, o grupo está no início e se adaptando, por sinal esse foi o primeiro livro escolhido no grupo através de um sorteio, uma ficção científica old school que me deixou imaginando várias coisas loucas.


Enfim, vamos ao que interessa não é mesmo? O livro escolhido foi Ubik do escritor Philip K. Dick (1928-1982), que é conhecido por Blade Runner, O Vingador do Futuro, obras que ganharam adaptação para o cinema. A História de Ubik foi escrita em 1969, trazendo a visão do autor de um mundo futurista em 1992. A Editora Aleph trouxe em 2009 a 1ª reimpressão do livro do já falecido Dick.

Como havia falado, a história se passa em 1992 que é um mundo futurista, totalmente automatizado, com todo aquele lance de viagens interplanetárias, porém o autor não se preocupa muito em trazer mais detalhes desse mundo, cabendo a nós interpretar e imaginar com as informações que temos. O diferencial que Dick trás é que nesse mundo há uma forma de vida após a morte, as pessoas ficam em “meia-vida”, que se trata de o corpo conservado em uma bolsa térmica, e devido a ela o morto pode apresentar uma atividade cerebral que usando o meio de comunicação ideal pode “conversar” com seu ente querido que agora ao invés de cemitério, estão em “moratórios”, e essa meia-vida fica disponível até a sua próxima reencarnação.

Ilustração¹ - Glen Runciter se comunicando com sua mulher em meia-vida.

O autor trás também habilidades psíquicas para a trama, e é em torno de uma organização que utiliza talentos antipsíquicos que a história se desenrola. Glen Runciter é o dono dessa organização que utiliza de pessoas com poderes antipsi, ou seja, bloqueiam o poder de outras pessoas que tem habilidades psíquicas e utilizam dessa habilidade para espionagem industrial. A organização de Runciter é requisitada para um trabalho numa determinada empresa, e precisa de seus melhores inerciais para isso. Só que a empresa fica numa colônia lunar, e é a chegada a esse local que a história ganha uma reviravolta.

A empresa de Runciter tem Joe Chip como funcionário que é capaz de avaliar se a pessoa tem poderes psíquicos através de uma aparelhagem, e se serão uma boa aquisição para empresa. Numa manhã o responsável por achar essas pessoas com talentos psíquicos G.G Ashwood, chega a casa de Chip com Pat Conley, uma menina que possui poderes psíquicos nunca antes vistos, qual é muito mal aproveitado pelo autor na trama. Pat entra para empresa de Glen Runciter e ainda embarca na viagem até Luna com outros dez inerciais, além de Runciter e Chip.


Entretanto, o grupo sobre um atentado, uma bomba explode o que acaba na morte de Runciter e na vidada da história. O grupo tenta contato com o chefe que agora está em meia-vida, enquanto coisas estranhas começam acontecer, a tecnologia começa a regredir, a comida se torna velha e com isso estragada, além de ocorrer desintegração de pessoas, também começam a surgir mensagens de Runciter em lugares inimagináveis, como na parede do banheiro, dentro de uma caixa de cigarros, em comercial de TV e o grupo de inercias e Joe tentam achar uma lógica para tudo isso e nós que leitores também.

“Amigos, é hora da limpeza. Estamos com desconto em todos os nossos Ubiks elétricos e silenciosos, poupando-lhes muito dinheiro. Sim, entramos em liquidação total. E lembrem-se: CadaUbik do nosso lote foi usado apenas conforme as instruções.”

A cada início de capitulo tem uma propaganda do Ubik, qual você não entende muito bem o que seja, primeiramente, achei que era uma marca, mas através das mensagens misteriosas de Glen Runciter é que você percebe que o tal Ubik é a salvação para os acontecimentos estranhos que estão ocorrendo.

Eu fiquei imaginando o que seria tudo isso, procurando um desfecho e esperando aquele final com reviravolta, mas acaba que a explicação simples e ao mesmo tempo louca, a última frase do livro me fez ficar tipo “whaaaaaat??” e sem falar na pontinha discussão religiosa, como a última propaganda do Ubik então, te faz pensar o que seria tudo isso de meia-vida, da utilização do tal Ubik e tudo mais, mas isso é algo que você, caro leitor, vai ter que descobrir lendo.

Em suma, o livro me deixou bem confusa. Confesso que não gostei muito não, é um livro ok, acho que terei que lê-lo novamente em outra oportunidade. Eu fiquei meio incomodada de ter tido dificuldade para imaginar certos personagens e por ter esperado muito do final, mas para quem gosta de ficção científica é uma viajem bem interessante, além do mais é uma visão futurista de alguém que viveu em 1969, o que é brilhante. Só acho que o universo apresentado deveria ser mais detalhado e ter aproveitado os personagens em si e a habilidade psíquica, mas acho que esse não era o foco do autor.

Eu acabei comprando o livro, porque livro é vida né? E ele foi tão elogiado que fiquei com vontade de ter, mas ele tem disponível online nesse link, e tem umas ilustrações¹ que me ajudaram a visualizar melhor os personagens, que por sinal eu achei que vinham no livro físico, mas não veio :(. Não sei quem é o autor da arte, mas eu curti bastante.

Imagino Joe mais maduro que essa ilustra  :)

Então é isso pessoal! E vocês aí, já leram? Já ouviram falar desse tal Ubik? Ficaram curiosos? Contem-me tudo!


Beijinhos e até a próxima.




4 comentários:

  1. Eu queria tanto ler mais, mas sempre encontro tantas outras coisas para fazer e deixo a leitura de lado. Estou começando a me desapegar de mexer no Feed do Face, daí minha vida vai ter 28935729837593 horas a mais para ler hehehhe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nadyne!
      Eu confesso que tenho que ler mais, deixei acumular muito livro.
      Face e Instagram levam algumas horinhas da sua semana fácil,fácil! Ô vício maldito!
      Obrigada pela visa e pelo comentário!
      Beijos

      Excluir
  2. Como comentei no blog da Eve, eu não conhecia nem o autor, nem as obras mas meio que me lembrou o Admirável Chip Novo! Quero muito ler!
    | Sorteio do livro: "Como ter uma vida normal sendo louca" |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como disse ele é bem louco! Mas leia sim para ver se curte!
      Estou querendo ler outros livros dele para fazer comparações entrea a escrita :)
      Obrigada pela visita e pelo comentário :)

      Excluir

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .