Posts Recentes

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Resenha Auggie & Eu!

Olá meus amores, como foram de carnaval? Eu passei o meu lendo e vendo séries. Espero que vocês tenha curtido da melhor forma possível :). Pra algumas pessoas o ano só começa após o carnaval, então Feliz 2016 ahahahahahahhaha

O livro dessa semana eu já sabia que iria amar, era um livro que já tava querendo há um tempo. Quem já me acompanha aqui no blog, sabe que a primeira resenha que fiz foi sobre o Extraordinário da escritora R.J. Palácio, você pode clicar aqui e conferir a resenha. Estou falando isso porque o livro dessa semana foi Auggie & Eu <3, também da R.J. Palácio. Pra que você possa ler este, você tem que ter lido Extraordinário, senão você não entende muita coisa e fica sem sentindo. Vá por mim, Extraordinário é mágico e Auggie & Eu não fica atrás ;)


Logo na introdução, a autora explica o porque deste livro. Ela é muito fofa e maravilhosa, umas das minhas preferidas. Eu nunca achei que Extraordinário merecia uma continuação, não me entendam mal, o livro é mágico e tão completo, que imaginar o que vem depois fica tão mais gostoso. Palácio também compactua dessa opinião só que ela fala de uma forma muito mais bonita e apaixonada do que eu ahahahhaaha.

Auggie & Eu é dividido em três histórias: Capítulo do Julian, Plutão e Shingaling. Acho que a maioria de vocês já sabem, mas não custa dizer, essas histórias foram comercializadas primeiramente por e-book, mas graças a Nossa Senhora dos Leitores Apaixonados, as três histórias juntinhas foram passados para o papel, com uma capa linda e aquele maravilhoso cheiro de livro novo *-*.

“As coisas que acontecem conosco, mesmo as ruins, muitas vezes poem nos ensinar um pouco sobre nós mesmos. [...] Ás vezes o medo pode fazer como que até as crianças mais legais digam e façam coisas que normalmente não diriam ou fariam. [...] Não esqueça: escolha sempre ser gentil” - Sr. Browne

Quem leu Extraordinário, sabe que Julian foi umas das crianças que mais implicaram com Auggie. Ele foi um tanto cruel em suas “brincadeiras” por não aceitar Auggie como ele é. Devo confessar a vocês, que quando eu li fiquei muito chateada e triste, porque gente, eu não sei vocês, mas eu queria que Auggie se materializasse na minha frente pra gente conversar e eu dar um abraço nele. Mas em tudo na vida é preciso analisar os dois lados e o Capitulo do Julian foi esse outro lado. Existe um motivo pra ele ser do jeito que ele é, eu sei que não é muito fácil aceitar, mas é a verdade e no fundo ele é apenas uma criança. Crianças são seres únicos, mas moldado pelos adultos que convivem com elas. O Capítulo do Julian foi o meu preferido, eu sei que pode parecer meio louco, mas você tira tanta coisa boa. Você se enxerga como um ser humano que está suscetível a um erro, mas sempre pode acertar da próxima vez. Mais uma coisa, vocês vão amar Sara, a Gradmère (avó) do Julian!

“ E, quando amigos precisam de nós, fazemos o que podemos para ajudar, certo? Não podemos ser amigos só quando é conveniente para a gente. Boas amizades valem um esforcinho a mais.” - Lisa

Em Plutão, nós conhecemos a história de Christopher, o primeiro amigo de Auggie. Este capítulo é muito bom, porque conhecemos mais a história de Auggie antes de Beecher Prep, a escola onde ele foi estudar. Ele conta muito sobre a infância de Auggie, suas maratonas de Star Wars e suas aventuras espaciais em Plutão. Christopher acaba se afastando de Auggie porque acaba se mudando de bairro. Todos nós temos as nossas batalhas diárias, tarefas e objetivos a cumprir  e  com Christopher não é diferente. Não vou entrar em muito detalhe, senão acabo falando tudo ahahahaha. Mas você irá amar plutão ;)

“[...] Ser legal é o primeiro passo para ser gentil. É um belo começo. Estou extremamente orgulhoso de você, Charlotte”. - Sr. Buzanfa

E por fim, temos Shigaling, que conta a história de Charlotte, ela estuda em Beecher Prep e fez parte do comitê de boas vindas a Auggie, juntamente com Julian e Jack Will. Os três foram escolhidos pelo Sr. Buzanfa. Charlotte é uma menina um tanto peculiar, não gosta de fofocas ou intrigas, quer ser bem vista pelos professores, liga muito para o que pensam dela e futuramente quer participar de espetáculos na Broadway. Eu gostei muito desse capítulo porque conhecemos mais o universo feminino de Beecher Prep e porque podemos observar a evolução, o crescimento da personagem e no fim ela é muito mais do que aparenta ser. Charlotte é uma criança rara, na vida somos defensores árduos dos nossos amigos, algumas vezes não achamos que tenha espaço para mais alguém e é aí que Charlotte nos mostra que podemos mais, mesmo ela tendo seu “grupo” de amigos, ela consegue criar laços fortes com outras crianças e mesmo que a convivência não seja intensa, ela sabe que os amigos estarão sempre ali.

O livro é incrível, a leitura é rápida, uma delícia e muito, muito enriquecedora, daquelas que fazem você acreditar na humanidade e que o mundo está se tornando cada vez mais um lugar melhor. Quando eu li esse livro eu pensei na música Ainda Há Tempo do Criolo e não podia deixar de fora o seguinte trecho “As pessoas não são más, elas só estão perdidas, ainda há tempo”. Sempre há tempo de fazer o que é certo, sempre há tempo de ser gentil, de nos colocarmos no lugar do outro, sempre há tempo de fazer o bem :)

Eu sei que a resenha tá bem grande, mas é muito amor por esse livro! Tem uma parte que eu não posso deixar de fora, mexeu muito comigo e acredito que irá mexer com você também:

“ Acredito nas crianças e em sua capacidade ilimitada de cuidar, amar, e querer salvar o mundo. Não tenho dúvidas de que elas nos levarão a um patamar de maior tolerância e aceitação para todos no universo. Para todos os fracassados e desajustados. E para Auggie e Eu” -  R.J. Palácio

Como a R.J. Palácio, eu sou uma grande defensora das crianças. Pra mim elas são os seres mais puros que habitam a Terra conosco.

Meus amores, espero que vocês tenham gostado da resenha e sintam vontade de conhecer a história e mesmo você que ainda não conhece o Auggie tenha vontade de ler o Extraordinário e depois Auggie & Eu.

Uma excelente e proveitosa leitura a todos <3 :)

Beijos da Jel ;*

2 comentários:

  1. Amei esse livro também, achei uma graça e com certeza uma leitura super enriquecedora. É interessante ouvir os outros lados da história e entender como aqueles que vivem ao redor do Auggie pensam e sentem, né?
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiin Mari... É realmente maravilhoso, principalmente Julian e Charlotte que não são tão próximos do Auggie e fora que a R.J. Palácio tem um dom pra descrever seus personagens <3
      Que bom que gostou e muito obrigada pelo seu comentário :D
      Volte Sempre
      Beijos

      Excluir

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .