Posts Recentes

terça-feira, 5 de julho de 2016

Crítica – Procurando Dory

Oi amorecos \o/... eu sei, eu sei tô mais sumida que baixa do dólar, mas cá estou novamente, finalmente. Estava morrendo de saudades e prometo não sumir mais :D (podem cobrar). Confesso que minha vida está um tanto louca, muita coisa acontecendo e muita coisa pra fazer, tanto pessoalmente quanto profissionalmente. Vocês sabem que eu amo ler, mas até pra isso eu tô com um tiquinho de dificuldade. Sabe quando sua cabeça pensa em mil coisas ao mesmo tempo e você não sabe por onde começar? É mais ou menos essa vibe aí :p. Desculpa o desabafo, mas pelo tempo que fiquei sumida devo uma explicação a vocês, nada mais que justo!

Bom, agora vamos ao que interessa \oooo/... Eu não farei crítica de livros, não se preocupem isso já está em pauta e logo as resenhas retornaram. Hoje eu vou falar de filme ou melhor de animação – uhuuu!



No meu ponto de vista a animação mais aguardada do ano Procurando Dory! Eu não sei vocês, mas acredito que a maioria esmagadora amem as animações feitas pela Pixar Studios. Claro que umas amamos mais que as outras, às vezes fica difícil você escolher uma favorita porque eles tem uma mania danada de nos surpreender.

Procurando Nemo, foi uma dessas animações que mexeram extremamente comigo. Eu tinha apenas doze anos de idade quando fui aos cinemas assistir a essa preciosidade e filme me marcou de uma forma arrebatadora. Eu tenho o DVD, mas se estiver passando na TV eu paro pra assistir, meu irmão um tanto chateado comigo porque eu falo junto com  os personagens, principalmente quando Dory fala baleiês hihihi... é um tanto cômico, confesso!

Admito que sempre quis uma continuação de Procurando Nemo, mas não queria que ele se perdesse de novo, então eu não tinha a menor ideia de como eles fariam isso. Porém o tempo foi passando e acabei esquecendo da continuação, novos filmes vieram e de  qualquer forma Procurando Nemo estava ali em meu coração não tão mais infantil.

Mas a Pixar curte mexer com nossas mentes e afagar nossos corações, eis que 13 anos depois temos Procurando Dory no cinemas. Devo dizer que quando anunciaram a continuação eu já fiquei meio maluca e eu fiquei mega ansiosa pra ver como ficou o resultado final.

Procurando Dory estreou no Brasil no dia 30 de junho de 2016 e essa linda animação dirigida por Andrew Stanton e Angs MacLane veio para contar a história de Dory, do seu passado e como as coisas aconteceram até que ela esbarrasse com Marlin em desespero porque seu filho tinha acabado de ser levado por mergulhadores.

Antes de me aprofundar na história e lógico sem spoilers, quero ressaltar o curta Piper que antecede o filme, porque até nos curtas a Pixar sempre nos surpreende e é uma das coisas que eu mais gosto que eles produzem, é simplesmente maravilhoso, a tecnologia usada e as animações são impecáveis e o enredo cativante.



Agora vamos ao longa... Procurando Dory tem uns altos e baixos emocionais bem intenso. Tem hora que o filme é muito engraçado e tem hora que o filme é bem triste, confesso a vocês que chorei em alguns momentos, porque a história realmente te toca e você simplesmente se põe no lugar da personagem. A interação de Dory, Marlin e Nemo fica mais forte e muito mais intensa... É lindo de ver como eles ficaram depois de todo aquele drama do primeiro filme e por tudo que passaram juntos.

Não esqueçamos que o foco principal é Dory e que ela é maravilhosa, a alegria dela é contagiante e nos seus momentos mais tristes ela tenta se manter firme e acreditando que tudo vai dar certo. E gente, ela criança é a coisa mais fofa do universo da vontade você apertar e não largar nunca mais.



Personagens queridos como Crush (a tartaruga de 150 anos), Squirt (filho de Crush) e o Tio Raia ( o professor arraia) marcam presença mais uma vez e eu amei. Amo o Crush “ a gente nunca saca irmão, mas quando eles sacam aí tu saca, sacou?” - entendedores entenderão.



Mas não só de personagens antigos vive uma continuação. Os personagens novos mais recorrentes no longa são a tubarão-baleia Destiny, amiga de longa data de Dory, o  beluga Bailey, vizinho de tanque da Destiny, ele é muito engraçado, e por fim o Hank, o polvo ranzinza e ácido, mas não menos cativante que os outros. Confesso que esse humor diferenciado dele mescla muito bem com o bom humor de Dory. Temos ainda os leões marinhos Rudder e Flucker, os preguiçosos.

Claro que não posso esquecer da Jenny e do Charlie, os pais da Dory. A nossa peixinha azul teve bem a quem puxar, não falo no quesito da perda de memória, mas na forma amorosa e carinhosa de ser. Tem outros personagens hilários, que eu ri litros. Eles são o Geraldo, outro leão marinho e a Beck, uma mobelha. Desde já, guardem esses nomes e se divirtam com as cenas deles dois.

Pelo que eu já contei aqui vocês puderam perceber o quanto eu amei o filme e o quanto ele mexeu com meu coração. Ele passa uma mensagem linda sobre relação familiar, amizade e de esperança. Vivemos no mundo onde crianças desaparecidas é uma realidade amarga e muitas vezes descremos de um final feliz.

Uma coisa interessante a se analisar é que Procurando Dory desconstrói a ideia de que família é aquela apenas formada por mãe, pai e filhos. Dory, Marlin e Nemo são uma família independente de laço sanguíneo porque eles são ligados pelo laço do amor. Acho importantíssimo que isso seja passado a nossas crianças, adolescentes e conseqüentemente aos adultos.

Enfim, o filme é maravilhoso e eu já quero ver de novo, porque sou dessas que repete filme em cinema – podem me julgar :p. Claro que Procurando Nemo tem seu brilho próprio, mas isso não  faz de Procurando Dory menos especial.

As sessões estavam mistas de crianças de hoje com as crianças nos anos 1990/2000, no caso a minha geração. Foram 13 anos bem aguardados ahahahhahahaha!

Ah, antes que eu me esqueça, tem cena no pós-crédito viu?! Por favor, não percam! Vale umas boas risadas. 


Assista ao trailer:


Espero que tenham gostado da crítica :D... Em breve estarei aqui mais uma vez com as resenhas literárias ;).

Beijocas da Jel e um excelente filme ;**


6 comentários:

  1. Quero muito assistir! Acho que é uma das animações mais aguardadas do ano, né? E o curta também despertou a minha atenção, vi o clip que fizeram para divulgar e tem cara de ser muuuito fofo! :) Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza umas das animações mais aguardadas, eu fiquei muito ansiosa :D! O curta é a coisa mais fofa do universo *-*!!! Quando você for assistir, me conte depois o que achou... eu vou amar saber :D!

      Beijocas

      Excluir
  2. Ownt que lindo *o* eu vou no cinema hoje assistir, procurando nemo nossa infancia, é legal ver que finalmente teve uma continuação. Pelo o que falou já me preparo para as lágrimas

    Dany Guimarães| Legalmeente Ruiva
    http://www.legalmeenteruiva.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que delícia \o/... Põe nossa infância nisso, eu respiro Procurando Nemo até hoje <3... falo balaiês e tudo aahhahahaha. Espero que tenha levado lencinho e depois venha me contar o que achou, por favor :D

      Beijocas

      Excluir
  3. Nossa, quantos comentários preciso fazer hahahaha assisti o filme sábado. Pensei em resenhar, mas desisti. Quando disseram que Procurando Dory seria lançado, torci o nariz. Jurava de pé junto que seria uma continuação idiota estilo Carros 2, focado MUITO nas crianças a ponto de ser... bobo, para nós, mais velhos. Me enganei feio. <3

    Eu amei Procurando Dory. Amei DEMAIS. Amei como eles lidaram com sutileza sobre deficiência mental, e ampliaram um pouco para sobre como podemos - e devemos - superar nossas limitações e, porque não, transformar aquilo em uma qualidade (o que a Dory faria? :D). Os personagens novos são ÓTIMOS, tão bons quanto os secundários do primeiro longa! Fiquei um pouco decepcionada pois rolou um bafafá sobre o suposto casal lésbico e até um rumor do Ray - a raia - ser transexual. Eu acharia isso INCRÍVEL... mas não foi dessa vez, Pixar. Mas bom, tudo bem.

    Ah, fiquei em dúvida: você viu o filme dublado ou legendado? As falas são dubladas, mas o nome de alguns personagens (como o Esguicho, por exemplo, "Squirt") estavam legendados. Nunca vi legendado e fiquei com essa dúvida!

    Por fim, fiquei MUITO tocada pelo curta Piper. Acabei escrevendo um pequeno artigo sobre ele, e te convido a ler <3 um beijo!

    www.saborabsinto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aiiiiinnn, que comentário mais lindo :D... Concordo plenamente com tudo que você falou. A questão abordada sobre deficiência mental, o protagonismo de Dory e os personagens novos são maravilhosos. Eu senti saudade dos tubarões :( " Oi, Eu sou o Bruce".

      Eu acharia maravilhoso que houvesse a possibilidade de trazer essa questão da homossexualidade e transexualidade, mas a forma como eles desconstruíram a família tradicional já me deixou muito feliz!

      Eu assisti dublado, mas Procurando Nemo eu assisto legendando ehehehehheh e acabei me confundindo ahahahah, mas releve por favor :D!

      Piper é fofura pura <3... com certeza lerei seu artigo e vou comentar.

      Amei teu comentário lindo!

      Beijocas

      Excluir

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .