Posts Recentes

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Resenha – Mr. Mercedes


Bom dia, boa tarde e boa noite pessoas! Sei que o blog andava meio parado, meio sem vida, mas nós estamos voltando aos poucos, já que conteúdo não falta. Hoje eu apareço por aqui com uma abordagem diferente, já que não vou falar de um filme, mas sim de um livro.


Quando você ouve falar em Stephen King, o seu legado dispensa maiores apresentações. Um dos maiores escritores que já existiu nesse planeta, que possui um domínio completo do gênero de suspense e terror, além de ter diversas obras suas trazidas para as telonas, como os amados “O iluminado”, “Louca obsessão” e até mesmo “IT- a coisa”, parece ser mesmo incansável. Quem conhece o autor sabe do seu amor pela escrita e de como as suas ideias fluem tão naturalmente página por página, trazendo sempre uma leitura agradável, que te prende por horas, mesmo que seja um dos seus livros mais tensos. Esse texto poderia ser uma carta de amor infinito ao meu maior modelo de escritor, mas, como é uma resenha, vamos ao que interessa.

Stephen King trás dessa vez uma ideia de trilogia envolvendo um personagem específico, o policial Bill Hodges, que, já aposentado, deixou alguns casos em aberto, sendo um deles, o abordado no primeiro livro, Mr. Mercedes, o terrível massacre ocorrido numa feira de empregos, onde diversas pessoas que esperavam horas à fio por uma oportunidade em uma enorme fila foram atropeladas por um maníaco dirigindo uma luxuosa Mercedes roubada. O Assassino da Mercedes é um daqueles casos que ronda a cabeça de Hodges, que agora passa os dias assistindo aos programas mais entediantes da televisão ao lado da sua velha e companheira arma e dos seus pensamentos suicidas cada vez mais vividos.

Certo dia, quando menos esperava, Hodges recebe uma carta que o trás de volta à vida, como um choque elétrico. O Mr. Mercedes o provoca em cada linha, traçando detalhes bastante bizarros, o que acaba instigando o senhor a buscar respostas do jeito que puder, já que não está na sua melhor forma e agora é um civil aposentado. E assim, ao lado do grupo mais improvável que eu já pude presenciar numa história de King, Hodges reinicia a sua caçada de redenção.

É importante notar que (NÃO é spoiler) King já apresenta de cara o vilão da história com todas as suas características, sejam elas físicas ou mentais. Não existe mistério, Brady Hartsfield é um monstro sem coração construído nos mínimos detalhes pelo autor (bota mínimos nisso), uma pessoa extremamente problemática com traços severos de psicopatia e que pode ser comparado sem exagero nenhum ao maior vilão (na minha opinião) das histórias anteriores de King, o palhaço Pennywise. Como fã confesso tanto do autor quanto do gênero, posso afirmar que eu nunca havia visto um perfil psicológico sendo tratado com tanta perfeição, de forma tão doentia e bizarra. King consegue deixar a história tão imersiva que você consegue entrar na cabeça de Brady e seguir com ele em cada plano da sua trajetória.

Outra coisa legal é a utilização da tecnologia na história, tanto em pontos específicos como pela utilização de uma rede social secreta, a Under Debbie’s Blue Umbrella, como pelas próprias habilidades do jovem Brady, e de como o que deveria ser difícil para um leitor que não entende nada de computação entender, se torna tão simples a partir da narrativa que o autor propõe.

Em suma, é mais um grande livro do todo poderoso Stephen King, que ainda utiliza-se muito bem do suspense para criar situações com bastante tensão e alguns minutos de corações palpitantes, mas que na minha HUMILDE opinião pisou um pouco na bola no final. De certa forma eu entendi a proposta dele, eu só não gostei mesmo, o que não tira de forma nenhuma o brilhantismo da obra. O livro está à venda pela editora Suma de Letras, que já lançou a sua continuação, agora no dia 2 de julho com o nome Achados e Perdidos. Vale a pena garantir o seu se você é fã dessa fera, e fiquem no aguardo para a resenha deste novo livro.
Um beijo na sua alma

4 comentários:

  1. King é realmente um autor incrível, não é? Não li o livro da resenha e já fiquei arrepiada só com o que você comentou (sem brincadeira). Faz tempo que não leio nenhuma obra dele... vou procurar por essa trilogia!

    Um beijo
    www.saborabsinto.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ler sem medo, Vanessa! A narrativa é ótima! Bem doentia, mas muito legal. O segundo já está à venda e o terceiro já está em pré venda! Espero que goste!
      Beeijo!

      Excluir
  2. Parece ser bem interessante. Eu só li um livro de Stephen King até hoje mas uma coisa é certa: ele tem a habilidade de fazer você penetrar no mundo misterioso e assustador que ele criou. x]
    Beijinhos ♥

    Contadora de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele consegue te levar ate o final da historia mesmo com toda a tensão, é um cara que sabe o que faz :p
      Espero que leia depois!
      Beijo!

      Excluir

Obrigada por comentar! Seu comentário é muito importante para nós.
Volte sempre :)

© Mero Detalhe - 2013. Todos os direitos reservados.
Design by: Colorize Desin .
Tecnologia do Blogger .